A Herança-Episódio 5-Penúltimo Episódio

05/07/2009

No último episódio de A Herança,Raíssa chega de viagem,Silvia diz que Joana é uma interesseira,Marcelo consegue convencer Joana à voltar para o rancho,Barbosa afirma que deixará toda sua herança para Joana.Acompanhe agora,o penúltimo e tão aguardado episódio da websérie que conquistou o Brasil,"A Herança".



Raíssa:-Vocês viram,o velho vai deixar tudo para aquela interesseira,precisamos fazer alguma coisa.

Carlos:-Tá mas o que?Esse velho babaca já tá caidinho por essa biscate.

Sílvia:-Calma,o jogo ainda não está perdido,nós ainda encontraremos uma maneira,de colocar essa "zinha"pra fora daqui,nem que seja a pontapés.


Marcelo:-Eu não acredito que vocês ainda insistem em chamar Joana de interesseira.

Raíssa:-Ah,e você quer que nós chamamos ela de que?Hã?Qual é Marcelo,vai defender essa impostora?Essa vadia,tem que ser colocada pra fora daqui sim,ou então,eu saio.
Marcelo:-Ok,você é quem sabe,a porta da rua é a serventia da casa.
Raíssa:-Pérai,deixa eu ver se eu entendi,quer dizer,que você,quer que eu,eu!Sua noiva saia,é isso?Pois se for,tá tudo acabado entre nós.

Marcelo:-Não,perai,não confunda as coisas Raíssa,o que eu quero dizer,é...

Raíssa:-Não!,não fale nada,eu já entendi,você está apaixonado por essa...essa...

Marcelo:-Acho melhor você não falar ,olha Raíssa,você está muito estresada,vá para a casa dos seus pais,e depois nós conversamos melhor.

Raíssa:-Não,eu quero resolver isso agora,se você quer romper nosso noivado,ótimo,melhor pra mim,afinal,você não vai mais herdar nada mesmo,não é?O velho vai deixar tudo para essa vadi...

Marcelo:-Chega Raíssa!Paciência tem limite,saia,vá embora!Eu já entendi o que você acabou de falar,nossa como eu fui burro,quer dizer que você estava comigo por interesse?Não é?

Raíssa:-Bingo!Acertou em cheio,há,há!Ou você achava que eu,era apaixonada por esses seu olhos azuis e pela essa sua cara de galã de novela das 8,hã?Ah,qual é,pra mim beleza não é fundamental,e sim o que o cara tem por dentro,não dele,óbvio,dentro da carteira,dos cofres,do banco,se toca,seu otário!

Marcelo,pega Raíssa por um braço,e a leva em direção a porta.

Marcelo:-Já basta,vá embora daqui,antes que eu faça uma besteira, nunca mais ponha os pés aqui!Sua falsa,interesseira!Você sim é que não presta!

Raíssa:-Ai meu braço!Seu grosso!

Marcelo bate a porta,Raíssa sai bastante irritada,e conclui:

Raíssa:-Droga,eu coloquei tudo a perder,eu sabia que eu não devia ter viajado,ai,eu acabo com esse velho!


Sílvia:-Acabar com o velho pra que?Se a gente não vai herdar nada mesmo.

Carlos:-Sim,mas pense bem,ele não acabou com o nosso dinheiro dando tudo para Joana,então nós acabamos com ele,e fica tudo acabado!

Sílvia:-Nossa Carlos,meu irmão,essa foi péssima,quem diria,um velho de 8O anos tendo um caso com uma garota de 24 anos,é muita burrice.

Carlos:-É,lá se vão nossos 52 bilhões!


Lurdes Maria:-Estou indo embora sim Alfred,não quero mais fazer parte desse joguinho que esse velho tá fazendo com a D. Joana.Ele anda muito mal humorado,e está descontando tudo encima de nós,isso não tá certo,quem ele pensa que é?

Alfred:-Realmente ele anda muito estressado,mesmo assim isso não é motivo para tamanha agressividade,as vezes da vontade de partir pra cima desse velho,mas que adianta,ele já está com o pé na cova.
Lurdes Maria:-E é bom estar mesmo,caso contrário eu mesmo me encarrego de mandá-lo para os quintos do inferno!
Enquanto Alfred e Lurdes Maria comentam sobre as rabugices de Barbosa,Joana e Marcelo,colocam o velho para dormir,os dois começam a se aproximarem cada vez mais,eles falam baixo,para não acordar o tio.
Marcelo:-Como podem pensar apenas no dinheiro do meu tio,será que não tem sentimentos?
Joana:-Realmente o histórico de vida do seu tio é muito sofrido.
Marcelo:-E se é,ele não conseguiu toda essa grana fácil não,teve que ralar muito,já engraxou muito sapato,passou fome,tudo para poder estudar e ser alguém na vida,meu tio é um vencedor,sabe,fiquei feliz quando ele disse que deixaria toda sua herança para você,pois sinto que você realmente ama meu tio.
Joana:-E amo mesmo,não como seu pai ,sua noiva e sua tia pensam,o Barbosa pra mim,é como um pai,um pai que me acolheu,e que foi conquistando meu carinho e meu respeito aos poucos,tá certo que no começo,ele estava meio confuso,mas agora,acho que ele já entendeu,o sentido do meu amor por ele.
Enquanto isso Raíssa que já estava quase saindo do portão do rancho,resolveu voltar...

Raíssa:-Droga,esqueci minha bolsa,preciso voltar,ai que saco!
Marcelo:- Sabe,eu olho pra você,e não consigo enxergar interesse algum,pelo contrário,você exala bondade,transparência.
Joana:-Nossa Marcelo,eu não sei se mereço tantos elogios,sabe,você é um cara muito especial.
Marcelo:-Não,você é que é uma mulher muito especial!Um anjo que caiu do céu.
Joana:-Obrigada,bom,é melhor sairmos e deixá-lo repousar.
Os dois se retiram do local,apagam as luzes,e cada um se dirige ao seu quarto.Assim que o silêncio toma conta do rancho,alguém entra no quarto e dispara um tiro contra Barbosa.
_Bang!

Mas quem,quem seria capaz de fazer tamanha crueldade,e porque?Todos são suspeitos,após o disparo,a casa inteira acorda,Marcelo e Joana são os primeiros a chegar no local do crime...

Joana:-Nossa alguém atirou nele!O que vamos fazer?
Marcelo:-Droga,vamos ver se ele está respirando.
Joana:-Ele não está respirando,é,infelizmente não há mais nada a fazer.
Após isso os dois se dirigem até a sala.
Sílvia:-O que foi isso,eu ouvi um disparo,só pode ter sido um tiro.
Carlos:-Será?
Lurdes Maria:-Sim,e foi aqui dentro do rancho!

Alfred:-E parece que veio do quarto do seu Barbosa!
Raíssa:-Será que matarm o velho?Quem faria tamanha bondade?
Joana:-Quem fez isso?Hein,seus monstros!A que ponto vocês chegaram!Vamos,o que estão esperando?Comemorem,o tio bilionário de vocês está morto!
Todos ficam espantados e surpresos com a notícia,mas afinal,quem matou Barbosa?
Marcelo conclui...
Marcelo:-Ninguém sai daqui,eu vou chamar a polícia,isso não vai ficar assim!
Raíssa:-Desculpa,mas eu não vou ficar aqui escutando sermão de delegado não,eu só vim buscar minha bolsa,já to vazando.
Sílvia:-Eu também preciso dormir,pois amanhã,bem cedo tenho minha sessão de massagem bem cedo e preciso descansar.
Carlos:-Elas tem razão filho,agora já é tarde demais,vamos deixar pra resolver isso amanhã,chama a ambulância pra levar o corpo,e pronto,amanhã a gente descobre quem deu um fim no velho.
Marcelo:-Será que vocês estão surdos ou o que?Eu disse que ninguém sai da sala,e ninguém vai sair,e Alfred,chame o delegado!
Alfrede:-Sim senhor!
Sílvia:-Nem precisa chamar delegado,quem não diz que foi você Carlos,afinal,você mesmo falou que se pudesse acabava com o nosso tio.
Carlos:-Só eu Silvia?E porque não você,afinal,já faz alguns dias que você está arranjando uma maneira de bolar um plano para acabar com o tio.
Sílvia:-Não,eu não faria isso,mas alguém faria,não é Alfred,afinal,já faz dois meses que você está com o salário atrasado,fora que o titio vive humilhando você,enfim e aí,o que você tem a dizer?
Alfred:-Eu jamais faria isso com o senhor Barbosa,apesar das nossas desavenças,eu jamais tocaria se quer num fio do cabelo do meu patrãozinho.
Lurdes Maria:-Áh,qual é Alfred,deixa de ser puxa-saco,não é porque ele morreu que você precisa fingir que gosta dele.
Alfred:-Eu não estou fingindo estou sendo mais sincero possível,você sim teria todos os motivos para acabar com o nosso patrão,afinal,ele até café quente jogou em você.
Marcelo:-Querem parar todos de tentar descobrir quem matou o titio,quem vai descobrir é o delegado,que a essa altura deve estar quase chegando.
Raíssa:-Qual é,tá na cara que foi essa safada aí que matou o velho e agora tá aí,se fazendo de coitadinha.
Joana:-Eu!?Tem certeza,engraçado,o que você está fazendo aqui?Você não tinha ido embora?Muito estranho não?
Raíssa:-E-eu vim apenas buscar minha bolsa,ei!Não se faça de sonsa,tá na cara que foi você,afinal,quem é a única herdeira aqui?Confessa logo que você matou o velho!
Joana:-Escuta aqui sua...deixa pra lá,não vale a pena falar com alguém com um nível tão baixo como o seu.
O delegado chega logo em seguida...
Marcelo:-Que bom que o senhor chegou delegado!
Delegado:-O que se passa por aqui,fui informado,que houve um homicídio,correto?
Marcelo:-Isso mesmo delegado,alguém matou meu tio,e provavelmente é alguém que está aqui na mansão.
Delegado:-Ok,antes de tomar qualquer providência,preciso analisar o local do crime,para poder cheagar a uma conclusão.
Marcelo:-Sim,me acompanhe por favor.
E no local do crime...
Delegado:-Não há sinais de arrombamento,isso prova que o responsável pelo disparo,está aqui dentro da casa,não há sinais de luta,aproveitaram que ele estava repousando,para disparar,é conforme você já suspeitava,é bem provável que quem matou seu tio reside aqui,eu vou chamar a perícia,e acionar alguns policiais,para que ninguém saia daqui,enquanto isso,quero ouvir cada um dos suspeitos que estão aqui,e só assim quem sabe descobriremos quem matou seu tio.
E assim o delegado inicia os depoimentos...

Delegado:-Então,vamos começar com o depoimento,quero interrogar,um por um,e o primeiro é você Carlos,ok,vamos lá,onde você estava na hora em que ocorreu o crime?
Carlos:-Bom,eu estava n o meu quarto,estava quase pegando no sono,então eu escutei o barulho do tiro e acordei,fui em direção até a sala,e lá estavam todos apavorados,então Joana veio apavorada que alguém havia atirado no titio,olha seu delegado,tá na car que foi ela quem atirou no nosso tio.
Delegado:-Se foi ela ou não,cabe a mim descobrir,bom,continuando,como era a sua relação com seu tio?
Carlos:-Eu e o titio eramos muito ligados um com o outro,mas nos últimos dias ele estava muito estranho,parecia que tinha alguém o ameaçando,nós eramos como pai e filho...
E assim os novos depoimentos...

Lurdes Maria:-Ele era um homem tão bom,mas ultimamente ele estava muito estressado,nada estava bom para ele,mas eu sempre relevava,pois eu gostava muito do Sr. Maia,ele era maravilhoso.


Raíssa:-Nossa , ele era como um pai pra mim,digo,como um tio,ai,ele vai fazer muita falta.


Sílvia:-O que falar do titio,bom,ele era um homem maravilhoso,não tinha queixas dele,nunca se quer eu levantei a voz para o meu tio,eu o amava,e ainda o amo muito,eu sou a única que não está nem aí com o dinheiro dele,o meu amor pelo meu tio,é tão verdadeiro,que ele até dizia que eu era a sua sobrinha do coração,ai seu delegado,era isso,eu estou muito triste,dói muito perder a pessoa que a gente ama.


Alfred:-O sr.Maia era um homem do bem,tão bondoso,era quase um santo.


Joana:-Ele me tirou das ruas,me ajudou em um momento muito difícil da minha vida,me acolheu,tudo o que eu sempre fiz,foi tentar retribuir o mesmo.


Marcelo:-Meu tio era tudo pra mim,ele era mais pai,do que o meu próprio pai.


Ângela:-E aí delegado,já estou por dentro de tudo o que aconteceu,alguma pista?
Delegado:-Olha Dra Ângela,tá difícil,esses depoimentos foi apenas perca de tempo,todos só falam que o tio era bom,que era como um pai,pô,tá complicado o negócio.
Ângela:-Bom,então,a nossa única esperança agora,é a perícia,só aí,conseguiremos algo mais concreto.
Delegado:-Exatamente.

Policial:-Delegado,encontramos a arma do crime,e ela
ainda está muito quente.
Delegado:-Onde a arma foi encontrada?
Policial:-Dentro do forro,no quarto em frente onde a vítima dormia.
Delegado:-Era tudo o que eu precisava,provavelmente,é o quarto de quem disparou contra o sr. Ântonio Barbosa Maia,agora eu preciso saber,de quem é o quarto em frente ao da vítima?

E agora,quem matou Barbosa?Quem vai ficar com a Herança?Não perca,o último e emocionante episódio de "A Herança"!
©2009-Cinequarto

0 Soltaram a voz!:

Postar um comentário

Gostou ? Então comenta! Sua participação é muito importante para nós!

AtRaÇõEs ReCeNtEs ...








Siga-nos no Twiiter:

 
CINEQUARTO TV © 1997-2017 | Designed by Júnior GrigoloCTV Theme