O assunto é: Horário Eleitoral

21/09/2010

No ar mais um "O assunto é", e o assunto de hoje é: Horário Eleitoral.
É, foi-se o tempo em que todos os brasileiros paravam para assistir ao horário reservado para os políticos mostrarem suas propostas e planos de governo caso sejam eleitos, ou seja, o famoso "Horario Eleitoral ", ou "Propaganda Eleitoral Gratuita".
Mas o que levou nós brasileiros a desligar nossos televisores no momento em que nossos candidatos a presidência, ao senado e etc... mostram seus planos e projetos?
É o que iremos discutir no assunto de hoje.

É gratuito, graças a Deus!
"Ainda bem que é gratuito, já pensou se tivéssemos que pagar?"- Disse uma senhora essa semana enquanto eu aguardava na fila do banco, é, mesmo sendo de graça, ninguém, ou quase ninguém quer assistir, segundo alguns dados, a audiência das emissoras de  tv, cairam cerca de 35 %,  um prejuízo enorme para as principais emissoras do país, que juntas somaram cerca de 29 pontos na audiência.
Se não bastasse ter que agüentar eles por 30 minutos nas eleições passadas, o horário agora é maior, 50 torturáveis minutos, ninguém merece.

Quem ganha, quem perde?
Na verdade, todos ganhamos e perdemos, sejam nós os eleitores ou candidatos, os eleitores perdem, pois não saberão realmente quais serão as propostas e projetos que cada candidato tem para oferecer, pois sai ano e entra ano, e tudo fica na mesma, com exceção de alguns bons políticos, que prometem e cumprem, são raros esses, mas existem. Por outro lado ganhamos, pois saímos com nossas famílias, ou fazemos outro programa diferente, e com isso ganhamos algo que é muito raro hoje em dia, união familiar. Fora a luz, que fica ainda mais barata, devido aos televisores desligados.
Já os candidatos  perdem seus dinheiros investidos em campanhas e mais campanhas, propagandas e vídeos sensacionalistas, tentando muitas vezes iludir os eleitores com falsas promessas e impressionar com tamanha modernidade e efeitos utilizados nas produções de seus vídeos.
Por outro lado eles ganham, pois, ainda tem uma pequena parcela de eleitores que assistem aos horários políticos, e assim, aquele que não assiste e não sabe das propostas e projetos dos candidatos, acaba sabendo por aquele vizinho que assistiu, e que certamente vai falar mal do candidato que ele não quer que seja eleito, e muito bem do seu candidato favorito, concluindo, o que não assistiu vai tirar por base na hora de votar, naquele candidato que ele só ouviu falar bem da boca do vizinho. Feliz do candidato que está bem na fita.
Eu sou Caio Blinnter e esse foi mais um "O assunto é". 

©2010-Cinequarto

0 Soltaram a voz!:

Postar um comentário

Gostou ? Então comenta! Sua participação é muito importante para nós!

AtRaÇõEs ReCeNtEs ...








Siga-nos no Twiiter:

 
CINEQUARTO TV © 1997-2017 | Designed by Júnior GrigoloCTV Theme