O assunto é-Até onde podemos confiar em alguém?

02/08/2011


No ar mais um, O assunto é, e o assunto de hoje é: “Até onde podemos confiar em alguém”.
Confiança
     Ter confiança em alguém é  acreditar que essa pessoa é verdadeira e jamais cometerá erro algum, e não passará a perna em você, quando confiamos em uma pessoa, sabemos que ela é o responsável o suficiente e muito correta, jamais cometeria algo inadmissível.  A confiança é algo que está se tornando cada vez mais difícil, no mundo atual no qual onde vivemos, confiar já não é mais o mesmo, hoje, diferente de antes, confiamos em alguém, desconfiando.
     É raro hoje em dia encontrar alguém que seja confiável, alguém no qual você possa entregar a chave de sua casa, dar um cargo de extrema importância dentro de sua empresa, emprestar algo. Infelizmente está crescendo cada vez mais o número de pessoas que cometem atitudes inaceitáveis, e pior, a maioria dessas pessoas, na qual as vitimas confiaram, eram da própria família.
       
Quando o inimigo mora em casa
Muitas vezes nós estamos em uma ótima fase da vida, temos uma família, uma casa própria, um emprego excelente, e de repente, eis que surge um parente próximo, que está na pior, e nos pede auxilio, pois precisa muito superar esse momento difícil, e nós, ingênuos que somos, muitas vezes oferecemos a nossa ajuda, confiante que essa pessoa vai mudar de situação e vai virar o jogo, mas a ganância é maior, e seu socorrido, simplesmente abusa de sua bondade, e quando você vê, recebe um grande golpe, o jogo para ele, vira, para você também, mas agora, aquela pessoa que você quis ajudar, seu parente, seu sangue, está na melhor, pois foi mais esperto e lhe deu um calote, e você agora é a vitima, você está na pior, é aí que você passa a deletar a palavra confiança do seu dicionário, para sempre. Se eu não posso confiar em alguém da minha própria família, em quem devo confiar?

Não devemos confiar nem da nossa própria sombra
Claro que o caso citado acima, é algo quem não acontece em todas as famílias, mas ocorre na grande maioria, confiar hoje, não é nada fácil, você quer ser uma boa pessoa, mas eles, as “supostas vítimas”, na qual socorremos,  estão longe de ser assim. Damos a oportunidade de emprego para alguém e esse alguém nos rouba, nos passa a perna, emprestamos algo muito valioso a uma pessoa, e ela nunca mais nos devolve, muitas vezes ficamos sem esse objeto valioso, para ajudar, prestamos serviços para uma pessoa e ela simplesmente nos rejeita, nos engana e ainda por cima muitas vezes, nos humilha. Confiamos em alguém que diz nos amar muito e essa pessoa nos trai com outra. É caro internauta, não sabemos se podemos confiar nem na nossa própria sombra, acredite, até onde chegamos.

Ainda há exceções
Em tempos de desconfianças, ainda podemos acreditar em exceções. Raras exceções,  ainda existem pessoas de boa índole, na qual podemos confiar e preservá-las próximas a nós, pessoas nas quais temos que agradecer a Deus todos os dias, por estarem do nosso lado, são graças a essas raridades, que ainda o mundo não está perdido, por isso devemos valorizá-las e reconhecer seu caráter preservando sua amizade, sua confiança e sua bondade. Com certeza se não conservar essas raras preciosidades, a perderemos, e ficaremos apenas com as “supostas vítimas”, ou apenas,  com a nossa própria sombra.

E você confia ou desconfia de quem está próximo a você? Já passou por alguma situação desagradável, por ter confiado demais em alguém? Deixe seu comentário, ele como sempre é muito importante para nós! 
Siga o Cinequarto no Twitter, o endereço é: http://twitter.com/cinequarto

©Grupo Cinequarto

0 Soltaram a voz!:

Postar um comentário

Gostou ? Então comenta! Sua participação é muito importante para nós!

AtRaÇõEs ReCeNtEs ...








Siga-nos no Twiiter:

 
CINEQUARTO TV © 1997-2017 | Designed by Júnior GrigoloCTV Theme