O assunto é-Rolezinho

21/01/2014

Estamos de volta a partir de hoje, com esse que é um post clássico aqui do blog, e como sempre, eu Caio Blinnter, irei comentar, discutir ou citar aqui sobre um determinado tema, O assunto é, temporada 2014 está no ar e o primeiro assunto do ano é: "Rolezinho".
Vinícius Andrade e seus fãs em rolezinho no Parque do Ibirapuera (Foto: Vagner Campos/G1)
Entenda os rolezinhos - cronologia e proibição 2 (Foto: Arte/G1)
Pois é, a polêmica em torno da nova febre que surgiu na web, vem causando uma série de conflitos e dividindo opiniões, o tempo já não é mais o mesmo de 10, 20, 30 anos atrás, com o crescimento e aumento dos jovens que cada vez mais estão tendo acesso à novas tecnologias, tais como internet, celular entre outros aparelhos, com a grande popularidade das redes sociais, novas "modinhas" vão surgindo, e o tal do "rolezinho"  é a febre do momento.
No começo quando as pessoas ainda não tinham conhecimento sobre o que era esse tal de rolezinho, muitos comerciantes, lojas, temiam uma série de ataques, como os que ocorreram no ano passado com os protestos pelo Brasil, mas depois aos poucos todos perceberam que na verdade era apenas um encontro entre vários jovens com o seu "ídolo", tudo organizado através de redes sociais, esse  tal "ídolo" vem ao encontro dos seus fãs e juntos eles dão um "rolé" ou um rolezinho como eles chamam e passam algumas horas.
Os ídolos são venerados e aclamados, são tratados como verdadeiras celebridades, ganham presentes, tiram fotos e milhares de seguidores nas suas redes sociais.
A polêmica dessa nova febre entre os jovens não está no fato de pessoas simples da periferia como o caso do Vinícius Andrade (foto abaixo), que veio ao encontro de seus fãs, o maior transtorno segundo alguns é o grande tumulto que esses encontros causam em shoppings e estabelecimentos. 
Vinícius Andrade e seus fãs em rolezinho no Parque do Ibirapuera (Foto: Vagner Campos/G1)
Vinícius é considerado uma celebridade, tem mais de 84 mil seguidores nas redes sociais e é um dos incentivadores do rolezinho.  O "bonde" como é chamado, deu voltas na marquise do Parque Ibirapuera, não houve em nenhum momento algum ato de violência, pelo contrário, foi uma verdadeira festa entre jovens que abraçavam seu ídolo que viviam aquele momento cheio de descontração numa boa.
Aos olhos de muitos isso pode até ser considerado uma baderna, um ato desnecessário, algo estranho ou sem sentindo, ouvi nesses últimos dias algumas pessoas, antes de escrever esse post, veja só algumas opiniões abaixo:

Opiniões:
"Esses jovens em vez de procurar alguma ocupação, ficam criando essas maluquices e idolatram pessoas que nunca viram na vida, isso é um absurdo, em vez de criar algo que melhore o nosso país, criam essas modinhas só para aparecerem." -Vera S. P.  -Dona de casa-68 anos -São Paulo

"Acho bacana, eu mesmo participei de um rolezinho com meu ídolo e acho que isso prova que nós só queremos é se divertir e conhecer pessoas novas, trocar ideias, chega de ver esses "playboyzinhos" e essas "patricinhas" dominando os shoppings, ta na hora do povo da periferia mostrar que nós também temos direito de conviver socialmente nos shoppings e ambientes públicos." Adriana  F. S.- Estudante  17 anos- Rio de Janeiro

"Melhor isso do que ver aquela bagunça e vandalismo daqueles protestos que faziam, eu sou a favor, desde que seja um encontro pacífico, prefiro ver meu filho em um encontro com amigos do que quebrando uma vidraça, ou usando drogas, os jovens tem é que se divertirem mesmo, e aproveitar, afinal, só se é adolescente uma vez na vida."   Roberto A. M. -Empresário- 36 anos- São Paulo

"Não curto esse tipo de encontro e não sou à favor, mas também não sou contra, se eles tem todo esse tempo livre, e se é algo que eles gostam, bom pra eles." Miriam G.-Cabelereira- 32 anos- Porto Alegre

"Acho bacana, mas não sei se faria parte de um encontro desses, mas acho que ao invés dos estabelecimentos causarem toda essa polêmica, eles deviam é agradecer, afinal, são esses jovens quem irão consumir, comprar seus produtos e enfim, achei legal, eu tenho uma amiga que participou de um rolezinho, e disse que é muito legal e que curtiu pra caramba, os caras, no caso os ídolos, são tratados como celebridades, é um encontro de ídolo com seus fãs, acharia mais bacana ainda se as celebridades, da TV, cinema, essas de verdade, seguissem esse exemplo e fossem ao encontro dos seus fãs, pois são graças à eles que esses famosos são o que são." Dienifer B. R.-Estudante- 16 anos- Rio de Janeiro.
Só para encerrar...

Realmente as opiniões estão bem divididas, uns são contras e outros à favor, em meio à tantas opiniões, algumas até não postei aqui, creio eu que nos dias de hoje, onde popularidade é tudo na vida de um jovem, que quer ser notado, ser seguido, ser curtido, e venerado, é o objetivo de muitos adolescentes, e a criatividade dessa nova geração, vai além da nossa imaginação, porém, será que vale à pena se expor dessa maneira? E porque essa "proibição", por parte dos estabelecimentos? Nossos jovens, são o nosso futuro, eles estão cada vez mais ousados e querem apenas serem notados, ouvidos, se é ou não para chamar atenção ou causar, isso não importa, o importante é que tudo seja feito como foi citado nos comentários acima, de forma pacífica, e que esses estabelecimentos, parem de olhar apenas para a classe A, B, e comecem à voltar aos olhos da classe C, todo mundo tem direito de gostar de alguém, de idolatrar uma pessoa, de ser idolatrado, de se encontrar com amigos, de frequentar locais públicos, de viver o hoje, o agora, e porque não dar um rolé por aí? Melhor dar um rolezinho, do que dar um rolézão como muitos políticos fazem, assaltando os cofres públicos e viajando para fora do país com o nosso dinheiro não!? Eu sou Caio Blinnter, esse foi O assunto é, não deixe de comentar sobre o assunto de hoje, a sua opinião como sempre é muito importante para nós.

Texto: Caio Blinnter

Obs: As opiniões citadas nesse post não refletem à do blog.

© Cinequarto

2 Soltaram a voz!:

  1. Roseana C. Muller disse...:

    não sou contra ao rolezinho, apenas contra aos que usam esse evento para fazer baderna, no meio dos outros que só querem ver seu ídolo, sempre tem gente de má intenção, infelizmente, ótimo post.

  1. Carla disse...:

    Muito boa sua matéria, não sabia na verdade o que era esse tal de rolezinho, você tirou todas as minha dúvidas, nossa, na verdade eu sou totalmente contra isso, pois é muita bagunça, a maioria só quer cometer vandalismo, não curto esse tipo de coisa, só me responda uma coisa Caio, vai ter todas as terças esse post como antigamente?

Postar um comentário

Gostou ? Então comenta! Sua participação é muito importante para nós!

AtRaÇõEs ReCeNtEs ...








Siga-nos no Twiiter:

 
CINEQUARTO TV © 1997-2017 | Designed by Júnior GrigoloCTV Theme