Atire em você a primeira pedra

11/09/2014


 É muito comum ouvirmos aqueles belos discursos sobre todos temos erros, o passo já não importa o que realmente vale é o presente, quem nunca errou que atire a primeira pedra e afins, mas muitas vezes não passam de discursos feitos por pessoas hipócritas, que nem tem o minimo de respeito com seus semelhantes, pessoas que se julgas santos, purificados e arrotam santidade.
É incompreensível a necessidade que o ser humano tem de analisar o outro, como está vestido, se anda com a mesma roupa do outro dia, se o sapato é de marca, se o tênis tá sujo, se a pessoa namora muito, se anda com vários, se não anda é estranho, se... se... se... Foge do meu entendimento esse interesse maligno no outro, será que pessoas assim possuem uma vida tão mesquinha e sem graça a ponto de ter que viver a do outro?
Realmente me indigno com os apontamento de erros alheios, com tantos julgamentos, de que importa a vida do outro se não for para podermos ajudar de alguns forma? No meu caso desperto interesse em saber da vida do outro quando sei que está passando por dificuldades e posso ajudar de alguma maneira, fora isso não me questiono sobre o que fez, fará ou sei lá.
Creio que todos devemos parar um pouco e nos olhar no espelho, ver o quanto somos falhos, o quanto já erramos e ainda iremos errar antes de cogitar a hipótese de apontar os erros do nosso semelhante, até porque se algum de nós fosse santo já teríamos sido arrebatados para o céu e como isso não ocorreu temos que aceitar a condição de que somos imperfeitos. O cuidar da nosso própria vida só nos trás benefícios, só nos eleva a alma, nos dar atenção e dar atenção aos outros de forma protegedora e carinhosa isso sim faz bem.

Aprendam a guardar a língua, a guardar o teu coração para que a maldade e insensibilidade não venha fazer moradia permanente, guarde sua mente para que nela entre somente coisas enriquecedoras e assim ela não fique doente. Se encham de amor, solidariedade e o principal de tudo, se coloquem um pouco no lugar do outro, se permita sentir a dor do outro, o sofrimento, aprendam a serem humanos de verdade.

Beijinhos :*
Nádia Dutra © Cinequarto

0 Soltaram a voz!:

Postar um comentário

Gostou ? Então comenta! Sua participação é muito importante para nós!

AtRaÇõEs ReCeNtEs ...








Siga-nos no Twiiter:

 
CINEQUARTO TV © 1997-2017 | Designed by Júnior GrigoloCTV Theme